Painel de Degustação: Pomerol 2004, 2005 e 2006, onde a aveludada Merlot se encontra com a sedutora Cabernet Franc!

Data

Pomerol 2004 a 2006
Pomerol 2004 a 2006

Os vinhos elaborados no Pomerol são todos tintos e produzidos quase que exclusivamente com a dupla de castas Merlot e Cabernet Franc, perfeitamente adaptadas ao solo argiloso da região. Apesar de, em termos geográficos, ser a menor apelação de Bordeaux (com cerca de 800 hectares de vinhas), o Pomerol pode se orgulhar de abrigar dois dos mais célebres e caros vinhos do mundo: o bem conhecido (mas pouco bebido) Petrus e o Le Pin, o minúsculo Vin de Garage que é disputado por colecionadores de todo o planeta.
Mas o Pomerol não é admirado pelos enófilos apenas por estes dois rótulos, são quase 150 pequenos châteaux que abrigam muitos outros vinhos de ótima qualidade, dominados por um caráter frutado de grande pureza e extremamente sedoso no paladar.
Esse painel de degustação, realizado na semana passada por uma das confrarias das quais faço parte (Desconfraria), reuniu 11 exemplares do Pomerol (safras entre 2004 e 2006) para uma degustação às cegas com o objetivo de avaliar a qualidade e a personalidade desses sedutores tintos da margem direita de Bordeaux.
Como era de se esperar, todos os vinhos apresentaram um alto padrão de qualidade e um nível bastante similar, dificultando um pouco a tarefa de determinar quais eram os melhores dentro do painel. Após a análise de cada membro da confraria, a classificação final dos vinhos foi a seguinte (As notas entre parênteses de Robert Parker e Wine Spectator servem como uma referência comparativa da crítica especializada):
11º lugar – Château Nenin 2006 (RP91/WS91)

10º lugar: Château Prieurs de la Commanderie 2006 (WS87)

9º lugar: Château l’Eglise-Clinet 2006 (RP96/WS93)

8º lugar: Château Clinet 2006 (RP90+/WS90)

7º lugar: Esprit de l’Eglise 2005 (2º vinho do Clos l’Eglise)

6º lugar: Château Le Bon Pasteur 2006 (RP90/WS90)

5º lugar: Château l’Evangile 2004 (RP93/WS91)

4º lugar: Clos du Clocher 2006 (RP89/WS89)

3º lugar: Château Gazin 2005 (RP94/WS94)

2º lugar: Fayat-Thunevin 2006 (WS88)

1º lugar: Château La Croix de Gay 2005 (RP90/WS87)

 Como ficou claro pelas notas concedidas pela crítica e a classificação dos vinhos de acordo com as preferências do grupo, nem sempre esas altas notas correspondem ao que imaginamos previamente… Até a próxima taça!

Outros Artigos

Olá, fique mais um pouco. Sou seu Wine Hunter.

Se não encontrou o que realmente procurava, deixe que eu faça isso por você.

Quero te propor a melhor experiência em nosso Marketplace de vinhos!