Ressaca de vinho nunca mais! Técnica de manipulação genética promete a solução…

Data

Pesquisadores americanos da Universidade de Illinois descobriram como manipular o código genético das leveduras usadas na produção de vinho, diminuindo sensivelmente os efeitos tóxicos da bebida sobre a saúde humana, sobretudo no que diz respeito às dores de cabeça provocadas no dia seguinte ao seu consumo.
Os cientistas usaram uma técnica chamada de “faca de genoma”, que permitiu a alteração do código genético de vários tipos de leveduras com as quais se produzem vinho. A tarefa não foi nada fácil, afinal leveduras têm um código genético que se “corrige” sozinho. 
Agora que eles finalmente conseguiram alterar o código genético das leveduras mais usadas, será possível alterar as características do vinho que produzem, usando a “faca de genoma”. “Vamos apagando um gene, depois outro, até sabermos que isolamos o gene responsável pela ressaca”, explicou Yong-Su Jin, da Universidade de Illinois.
A técnica desenvolvida pelos investigadores vai permitir aos produtores de vinho fazer alterações nas leveduras, alterando especialmente o processo de fermentação malolática, um dos prováveis responsáveis pelas dores de cabeça sentidas no dia seguinte do consumo de uma certa quantidade de vinho.
Fonte: DN Ciência

Outros Artigos

Olá, fique mais um pouco. Sou seu Wine Hunter.

Se não encontrou o que realmente procurava, deixe que eu faça isso por você.

Quero te propor a melhor experiência em nosso Marketplace de vinhos!