Direto da Taça: Trimbach Riesling Clos Sainte Hune 2000, a quintessência dos vinhos da Alsácia!

Data

Trimbach Riesling Clos Sainte Hune 2000
Associar a expressão “quintessência” a esse vinho não poderia ser mais apropriado e justo. Se a Riesling é a casta mais nobre da Alsácia, o pequenino Clos Sainte Hune representa a parcela mais pura e valiosa dentre todos os vinhedos espalhados pela longa faixa que se estende de norte a sul da região.
Localizado na vila de Hunawihr, o Clos Sainte Hune possui uma área total de apenas 1,67 hectares onde estão plantadas vinhas 100% Riesling com idade média de 50 anos. A família Trimbach tem o privilégio (e a responsabilidade) de ser a proprietária de suas terras há mais de 200 anos, algo relativamente fácil para uma vinícola fundada em Ribeuavillé no ano de 1626, já próxima de completar 500 anos de história.
Vista do vinhedo Clos Sainte Hune
Como todo vinhedo de tamanho tão reduzido, a produção anual do Clos Sainte Hune é sempre irrisória, raramente acima das 8.000 garrafas por safra. Diante da altíssima qualidade do vinho oriundo dele e da intensa procura mundo afora, o Clos Sainte Hune tem inevitavelmente um preço bastante elevado, ultrapassando os US$250 no exterior (se tiver a sorte de encontrar). Para tornar as coisas ainda mais difíceis, a Maison Trimbach só libera o vinho para o mercado após 5 anos de afinamento em sua própria adega.
Curiosamente, por ser um vinhedo pertencente a um único dono (um Monopole, como se diria na Borgonha), as regras da apelação de origem controlada da Alsácia não permitem que ele seja classificado como um vinhedo Grand Cru. Como a qualidade está sempre acima de qualquer título, o Clos Sainte Hune pode viver tranquilamente sem essa honraria.
Impressões de degustação:
Minha experiência com esse vinho limitava-se apenas uma degustação da safra 1997 feita muitos anos atrás, mas que foi suficiente para deixar a marca de sua qualidade bem viva em mim. A grande diferença na prova deste 2000 foi fornecida pelo tempo de guarda. Beber este vinho em seu apogeu, beirando os 15 anos de idade, elevou o patamar de complexidade desse vinho ao máximo.
Entre a impressionante coloração amarelo âmbar, que de tão brilhante parecia conter luz própria, até um final de boca absolutamente interminável, esse Clos Sainte Hune 2000 ofereceu aromas intensos e mixados de casca de laranja, querosene e defumados. Mas é apenas no paladar que ele revela toda extensão de seus atributos, dono de uma untuosidade única, uma acidez vibrante e uma sensação de mineralidade (na falta de outra palavra equivalente) que nunca havia sentido antes num vinho da Alsácia. Um vinho absoluto e que merece ser provado pelo menos uma vez na vida! Se há algo igual ou superior na região, os alsacianos guardam escondido a sete chaves…

Outros Artigos

Olá, fique mais um pouco. Sou seu Wine Hunter.

Se não encontrou o que realmente procurava, deixe que eu faça isso por você.

Quero te propor a melhor experiência em nosso Marketplace de vinhos!