Duelos de Pinot Noir – "Clos" Grand Cru: Domaine Bertagna Clos de Vougeot 2009 versus Michel Magnien Clos de la Roche 2009

Data

Este terceiro duelo de Pinots da Borgonha foi um pouco diferente dos anteriores. Enquanto o primeiro duelo tratava de dois Premiers Crus da mesma apelação (Volnay Les Caillerets) e o segundo de dois Grands Crus de Corton (de vinhedos diferentes), aqui o desafio se deu entre dois “Clos” (vinhedos murados) Grands Crus relativamente próximos: Clos de Vougeot, ao sul de Chambolle-Musigny, e o Clos de la Roche, em Morey-St-Denis. 
Domaine Bertagna Clos de Vougeot Grand Cru 2009

Mapa do Clos de Vougeot
Vista do castelo e das vinhas cercadas pelos muros do Clos Vougeot
A partir de um pequenina parcela de 0,31 hectares dentro dos 51 que compõem esse vinhedo Grand Cru, o Domaine Bertagna produz um Clos Vougeot vigoroso, amadurecido por 18 meses em barricas de carvalho novo, mas repleto de elegância e sedução. Apresentou ótimos aromas de frutas vermelhas frescas, traços de baunilha e defumado decorrentes do estágio em barrica, complementados por uma deliciosa combinação de taninos maduros, acidez pulsante e integração perfeita da madeira na qual amadureceu. Um vinho cheio de nuances e contornos que o colocou como um dos melhores Clos Vougeot que já tive o prazer de degustar. 

Michel Magnien Clos de la Roche Grand Cru 2009

Mapa do Clos de la Roche
Vista parcial do vinhedo Clos de la Roche
Ladeado por outros Grands Crus existentes nas cercanias de Morey-St-Denis, o Clos de la Roche é o maior vinhedo Gran Cru da região com 13,41 ha (equivalente ao Clos de Tart e Clos St-Denis somados). Esse 2009 do Domaine Michel Magnien trouxe um conjunto de aromas e sabores muito bem constituídos, repleto de aromas de cerejas maduras, geleia de amoras e baunilha. Na boca transmitiu a mesma sensação meio adocicada percebida nos aromas, com taninos potentes e aveludados, acidez um pouco abaixo do desejável (talvez daí a sensação de dulçor) e final sutil e delicado. Em resumo, um vinho tão “redondo” e fácil de beber que me deixou com aquela sensação de que faltou algo para torná-lo marcante. Numa descrição bem metafórica, ele se mostrou um vinho “lindo”, mas sem sal… Perdeu feio para o Clos de Vougeot!

Outros Artigos

Olá, fique mais um pouco. Sou seu Wine Hunter.

Se não encontrou o que realmente procurava, deixe que eu faça isso por você.

Quero te propor a melhor experiência em nosso Marketplace de vinhos!