Enólogo responsável por cerca de 40 safras do Petrus migra para projeto vinícola no Douro!

Data

Jean Claude Berrouet vai levar sua expertise para o Douro…
Bastaram duas visitas ao projeto vinícola da Quinta da Boavista e a degustação do vinho produzido na safra 2013, para que o enólogo francês Berrouet aceitasse participar do ambicioso empreendimento no Douro.
Enólogo que durante os últimos 40 anos foi o responsável pela elaboração do Petrus, um dos vinhos mais caros e famosos do mundo, Berrouet aceitou a nova incumbência proposta pelos proprietários da Quinta da Boavista, o brasileiro Marcelo Lima e o britânico Tony Smith.
Os proprietários da Quinta da Boavista comemoraram o aceite de Berrouet, já que desde 2007 quando deixou o Petrus, ele não aceitava participar em novos projetos vinícolas.  Eles escolheram o enólogo francês pela profunda admiração que tem por seu trabalho, um profissional que acredita em vinhos capazes de refletir plenamente seu terroir, sem se deixar seduzir pelo estilo moderno internacional. “Queremos fazer um vinho que reflita as características do Douro e das vinhas do Douro”, disse Marcelo Lima.
Quinta da Boa Vista e seus íngremes e típicos terraços do Douro
A Quinta da Boavista possui 80 hectares, 40 deles plantados com vinhas e muitos terraços antigos onde não se plantaram mais vinhas desde a destruição causada pela filoxera na segunda metade do século XIX. É a partir deste terroir, considerado uma “joia” pelos proprietários, que Berrouet tentará produzir um vinho com aspirações de ser um dos melhores do mundo.
Fonte: Fugas

Outros Artigos

Olá, fique mais um pouco. Sou seu Wine Hunter.

Se não encontrou o que realmente procurava, deixe que eu faça isso por você.

Quero te propor a melhor experiência em nosso Marketplace de vinhos!