Serão esses os 7 melhores vinhos de todos os tempos? O site Wine-Searcher acha que sim…

Data

Apenas 7 vinhos merecem essa distinção?
Que os principais críticos de vinho nem sempre concordam não é surpresa para ninguém. Algumas vezes a discordância entre eles chega a ser abissal. Talvez o caso mais famoso de avaliações tão antagônicas seja o do Château Pavie 2003: se por um lado o americano Robert Parker atribui-lhe superlativos 98 pontos, a respeitadíssima inglesa Jancis Robinson concedeu-lhe pífios 12 (na escala de 20) pontos. 
Por outro lado, em raras ocasiões esses poderosos críticos, capazes de elevar ou esmagar as vendas de um vinho, chegam a um veredicto unânime sobre a magnitude de um vinho em safras especiais. Em busca de identificar esses rótulos tão significativos e escassos, o site Wine-Searcher pesquisou cerca de 1,5 milhão de notas dadas por mais de 30 críticos para encontrar aqueles que obtiveram a nota perfeita (100 pontos) ou quase (99 pontos). Uma “perfeição” encontrada em apenas 7 vinhos e que cobram seu preço por isso sem nenhum pudor…
O Domaine Louis Chave Ermitage Cuvée Cathelin 2003 é o vinho mais barato desta lista e custa US$ 2789 (sem impostos e no exterior, é claro). Nas duas ocasiões em que o provou, Robert Parker não exitou em dar-lhe 100 pontos em ambas. 
O mais caro dos vinhos é inequivocamente o Château d’Yquem 1811. Embora já praticamente não existam garrafas disponíveis para venda, Christian Vanneque, ex-sommelier-chefe do restaurante La Tour d’Argent pagou o equivalente a US$120.000 por uma garrafa num disputado leilão.
Existem vinhos magníficos como o Château Latour 1961, que apesar de ter obtido quatro notas 100, não entraram nesta lista devido a pontuações “menores”, da ordem dos 97 pontos que o desqualificaram para esse pódio. Outro vinho famoso, o Château Margaux 2000, com três notas 100, também ficou de fora com alguns notas médias em torno de “míseros” 96 pontos.
Os outros 5 vinhos (apenas um não é francês) que passaram pelo exigente crivo do levantamento da Wine-Searcher foram:
E. Guigal Côte Rôtie La Mouline 1978 (Rhône, França) 
Château Lafleur 1950 (Pomerol, França)
Paul Jaboulet Ainé Hermitage La Chapelle 1961 (Rhône, França)
Quinta do Noval Nacional Vintage Port 1963 (Douro, Portugal)
Krug Clos du Mesnil Blanc de Blancs Brut 1979 (Champagne, França)
Fonte: adaptado de Wine-Searcher.com

Outros Artigos

Olá, fique mais um pouco. Sou seu Wine Hunter.

Se não encontrou o que realmente procurava, deixe que eu faça isso por você.

Quero te propor a melhor experiência em nosso Marketplace de vinhos!