Domínios .wine e .vin tem lançamento atrasado pelo ICANN para evitar prejuízos ao setor!

Data

A Internet Corporation for Assigned Names and Numbers (ICANN) decidiu atrasar a concessão dos novos domínios .wine e .vin, uma decisão que agradou os legisladores europeus preocupados com eventuais abusos de “cybersquatting” que poderiam atingir a indústria vínicola do continente.
A ICANN, responsável pelos domínios genéricos (gTLDs), tinha planejado fazer o lançamento destes domínios no primeiro trimestre de 2014. No entanto, numa reunião realizada na sexta-feira passada em Singapura, a organização decidiu suspender a alocação desses nomes de domínio já muito procurados por mais dois meses.
Essa decisão é decorrência das preocupações da Comissão da União Europeia que cuida dos interesses vitivinícolas deste mercado comum, já que a ICANN normalmente aloca os novos nomes de domínio para os primeiros que chegarem. 
A Comissão temia que isso pudesse ter repercussões econômicas e culturais negativas sobre a indústria do vinho se, por exemplo, uma empresa sem nenhuma ligação com a região de Bordeaux fosse a primeira a registrar o domínio bordeaux.vin ou bordeaux.wine.
Essas “indicações geográficas” devem ser protegidas contra alegações de nomes de domínios que colocam em risco a “viabilidade e a integridade deste importante setor”, disse a Comissão em um comunicado oficial.
Na sua reunião de Singapura, a ICANN não encontrou qualquer violação de processo ou erro processual pelos seus estatutos mas optou por atrasar a alocação por 60 dias, a fim de “permitir aos interessados mais tempo para tentar resolver as suas diferenças”, incluindo a Federação Europeia de Vinhos de Origem e a Comissão Europeia.

Outros Artigos

Olá, fique mais um pouco. Sou seu Wine Hunter.

Se não encontrou o que realmente procurava, deixe que eu faça isso por você.

Quero te propor a melhor experiência em nosso Marketplace de vinhos!