Quinta do Noval lança Porto Vintage Nacional "secreto" da safra 2004!

Data

Depois do aguardado lançamento do Vintage “Nacional” da excepcional safra de 2011, a Quinta do Noval surpreende o mercado de vinhos do Porto com a divulgação da produção de um raro Vintage feito a partir da colheita de 2004. O lançamento aconteceu nesta semana, com uma apresentação em Londres, feita por Christian Seely, diretor da AXA Millésimes, proprietária da Quinta desde 1993
Como sempre, a produção foi minúscula, neste caso, míseras 190 caixas (2280 garrafas) elaboradas nos 2 hectares que compõem o vinhedo “Nacional”, plantado em 1925 e famoso por manter as suas vinhas em pé franco, apesar da presença ainda ativa da filoxera nas terras do Douro.
A raridade deste Noval Nacional é ainda maior pelo fato de que poucas vinícolas declaram Vintage em 2004 no Douro, particularmente pelo fato da declaração geral feita no ano anterior (2003). Outro exemplo da “personalidade” imprevisível desta vinha, foi ir na contra-mão da maioria também em 2007. Enquanto houve uma declaração quase unânime dos produtores, o Vintage Nacional não foi lançado naquele ano. 
De acordo com Christian Seely, a decisão de esperar quase uma década antes de oficializar o lançamento do Nacional 2004 faz parte de seu compromisso assumido há 20 anos atrás. “Decidi declarar apenas se eu tiver certeza de que o Vintage Nacional foi excelente”, disse ele.
Ao longos dos anos, muito trabalho foi feito para melhorar ainda mais a qualidade dos vinhos da Quinta do Noval, especialmente nas vinhas. Dentro do vinhedo Nacional, as mudanças foram sutis, mas algumas videiras de uvas brancas e da casta Mourisco (que não dá frutos de qualidade) foram removidas.
As vinhas do Nacional tem uma idade média de 40 anos e qualquer replantio necessário é feito com mudas de outras plantas da própria vinha. Além disso, ele é a única parte da Quinta do Noval a ser trabalhada organicamente com o auxílio de um cavalo, um desafio e tanto na paisagem notoriamente íngreme do Douro.
Apesar de todo o cuidado com este vinhedo especial, Christian Seely adverte que, ao contrário da crença, as vinhas do Nacional não são invencíveis na luta contra a filoxera. “Estamos totalmente desprotegido aqui, e a filoxera pode chegar a qualquer hora”, comentou.
Apesar das pequenas quantidades de Nacional que são produzidas, cerca de metade da produção é mantida nas adegas da Quinta do Noval. “É para a história do Noval,” disse Seely. “Com pelo menos 70 a 100 anos de vida útil, devemos ser capazes de ter algumas garrafas destas safras para servir no futuro,” finalizou.
Fonte: The Drinks Business

Outros Artigos

Olá, fique mais um pouco. Sou seu Wine Hunter.

Se não encontrou o que realmente procurava, deixe que eu faça isso por você.

Quero te propor a melhor experiência em nosso Marketplace de vinhos!