Grandes Châteaux de Bordeaux: Haut-Brion 1995 e 2000, Latour 2001, Leoville Las Cases 1998, Ausone 1998, Angelus 2004 e Pavie 1994!

Data

Painel de Degustação: Grandes Tintos de Bordeaux
Reunidos em mais um painel de degustação da Desconfraria, esses 7 rótulos figuram entre os melhores châteaux das margens esquerda e direita de Bordeaux. De um lado do rio Gironde (e seu afluente Garonne) vieram os Haut-Brions 1995 e 2000 (Pessac-Léognan), o Latour 2001 (Pauillac) e o Léoville Las Cases (St-Julien). Do outro lado, às margens do rio Dordogne, três vinhos de St-Emilion: Ausone 1998, Angelus 2004 e Pavie 1994.
A proposta inicial da degustação era reunir apenas vinhos das categorias máximas do Médoc/Pessac-Léognan (1er Grand cru Classé) e de St-Emilion/Pomerol (1er Grand Cru Classé A), mas o Léoville Las Cases também foi “admitido” no clube, por consideramos que ele tem qualidade equivalente aos outros 5 grandes tintos do Médoc.
Como a degustação era “aberta”, ou seja, sabíamos previamente quais eram os vinhos, eles foram degustados às cegas, mas com as taças igualmente ordenadas para todos os participantes, ao contrário do que acontece nas degustações regulares da confraria, onde as taças são todas misturadas, dificultando a identificação prévia de um mesmo vinho entre os degustadores.
Por falar em identificação, após as primeiras análises dos vinhos e contando com o auxílio das avaliações mais recentes destes vinhos pela WA e WS, fizemos o exercício de tentar identificar cada um deles. O Pavie foi identificado por praticamente 100% de nós (eu errei…) e considerando todos os vinhos, apenas um degustador acertou todos eles.
Para meu infortúnio, estava acometido por um forte gripe na ocasião desta degustação, deixando meu olfato e paladar bastante alterados. Mesmo assim, foi possível apreciar a grande qualidade dos vinhos, mas não a ponto de poder descrevê-los em detalhes. Por isso, vou me limitar a apresentar a classificação deles dentro do painel, na avaliação geral do grupo:
Château Haut-Brion 2000 (RP99/WS94)
Indiscutivelmente, o melhor da noite!
Château Latour 2001 (RP95/WS95)
Um Pauillac que sempre se destaca… 
Château Ausone 1998 (RP98/WS95)
O melhor representante de Saint-Emilion em uma grande safra!
Château Leoville Las Cases 1998 (RP93/WS93)
Um 2ème que sempre oferece qualidade de 1er Cru! 
Château Haut-Brion 1995 (RP96/WS95)
A meu ver, essa garrafa estava um pouco prejudicada, contribuindo para sua menor apreciação…
Château Angelus 2004 (RP95/WS91)
Apesar de indicar que já estava pronto, certamente tem muita estrutura para evoluir para melhor…
Château Pavie 1994 (RP80/WS82)
Praticamente por unanimidade, foi considerado mesmo o “pior” vinho, mas não tão distante dos demais como as notas baixíssimas podiam sugerir. Bebido “solo”, certamente teria agradado a maioria dos fãs de um Bordeaux evoluído.
Daqui a duas semanas teremos um promissor painel com Brunellos di Montalcino das safras 2004 e 2005, promessa de mais uma bateria de grandes vinhos…

Outros Artigos

Olá, fique mais um pouco. Sou seu Wine Hunter.

Se não encontrou o que realmente procurava, deixe que eu faça isso por você.

Quero te propor a melhor experiência em nosso Marketplace de vinhos!