Porto Vintage 2011: Nunca tantos vinhos foram tão bons!

Data

Portos 2011: os melhores Vintages de todos os tempos?
Os Portos Vintages da safra de 2011 foram o centro de uma apresentação oficial para todo o mundo, no final do mês de junho, na cidade do Porto, a primeira grande prova cega da mais badalada e elogiada colheita das últimas décadas.
A apresentação em si, não atraiu os grandes críticos internacionais que a organização pretendia, mas serviu mais uma vez para confirmar a excelência daquela colheita. Todos os 56 vinhos foram provados às cegas e o grande desafio que se colocou, face à elevada qualidade geral, foi estabelecer uma hierarquização. Durante quatro horas, jornalistas e experts de vinho vindos de várias partes do mundo fizeram um exercício de degustação extremamente exigente: provar às cegas 56 vintages de 2011 em cerca de quatro horas.
Dentre as principais marcas de Porto Vintage existentes, só faltaram o Quinta do Noval Nacional e o Vargellas Vinhas Velhas, os dois vintages mais raros e caros do mercado. A prova confirmou a excepcionalidade da colheita de 2011 e mostrou uma qualidade geral como há muito não se via, tornando difícil distinguir os vintages muitos bons dos vintages excelentes. “Não me lembro de um ano vintage com tantos vinhos tão bons”, sublinhava Charles Symington, o responsável enológico do grupo Symington.
Após a detalhada análise às cegas de cada um dos vinhos, a classificação final da prova foi a seguinte:
De 98 a 100 pontos
Bioma Vinha Velha (Niepoort)
Capela da Quinta do Vesúvio (Symington)
Quinta Vale D. Maria
Smith Woodhouse (Symington)
Vieira de Sousa (Sociedade Roncão Pequeno)
Alves de Sousa
Niepoort
Fonseca (Fladgate Partnership)
Croft (Fladgate Partnership)
De 96 a 98 pontos
Quinta do Grifo (Rozés)
Maynard`s (Barão de Vilar)
Quinta do Portal
Pintas (Wine & Soul)
Churchill”s (Churchill Graham)
Vista Alegre (Vallegre)
Andressen
Quinta de Valle Longo (Vallegre)
De 94 a 96 pontos
Graham”s The Stone Terraces (Symington)
Quinta do Sagrado
Warre”s (Symington)
Taylor”s (Fladgate Partnership)
Quinta do Noval
Cockburn”s (Symington)
Quinta da Romaneira
Offley (Sogrape)
Graham”s (Symington)
Quevedo (Vinhos Óscar Quevedo)
Dow”s (Symington)
Bulas (Bulas Cruz)
Quinta da Prelada
Presidential (Gran Cruz)
Cruz (Gran Cruz)
Quinta do Passadouro
Quinta do Tedo
Quinta da Casa Amarela
Ramos Pinto
Duorum
Sandeman (Sogrape)
Quinta de La Rosa
De 90 a 94 Pontos
Delaforce (Real Companhia Velha)
Barros (Sogevinus)
Quinta do Vallado
Quinta do Vesúvio
Ferreira (Sogrape)
Cálem (Sogevinus)
Quinta Dona Matilde
Quinta do Vale Meão
Rozés
Dalva (Gran Cruz)
Quinta das Carvalhas
Burmester (Sogevinus)
Kopke (Sogevinus)
Poças (Poças Júnior)
Quinta do Crasto
Quinta do Pêgo
Quinta Seara D”Ordens

Para ler a matéria completa, acesse o link.

Outros Artigos

Olá, fique mais um pouco. Sou seu Wine Hunter.

Se não encontrou o que realmente procurava, deixe que eu faça isso por você.

Quero te propor a melhor experiência em nosso Marketplace de vinhos!