A sede por vinho importado diminuiu no Brasil!

Data

Gráfico de importações de vinho para o Brasil (2002-2012)
Em seu último relatório trimestral, o Rabobank fez uma análise centrada no mercado brasileiro de vinhos e registrou uma significativa desaceleração nas importações de vinho. De acordo com o analista Stephen Rannekleiv, o aperto fiscal para controlar a inflação desacelerou o crescimento econômico e a própria inflação ajudou a corroeu o poder de compra do brasileiro. Para agravar o quadro, o real depreciou-se cerca de 25%, trazendo um grande desafio para os exportadores deste segmento.
Rannekleiv observou também que as ameaças de salvaguardas no mercado doméstico e a elevação de tarifas sobre as importações de vinho criaram mais obstáculos e incertezas para os fornecedores estrangeiros. Embora o governo tenha concordado em não impor medidas fiscais para proteger a indústria de vinho nacional, os varejistas fizeram um acordo para divulgar mais os vinhos nacionais, tentando compensar parte da perda de participação para as importações. Apesar disso, Rannekleiv ainda acredita que haverá oportunidades para o vinho importado no mercado brasileiro, principalmente para marcas fortes.
Resumidamente, Rannekleiv disse: “O mercado deverá permanecer desafiador no curto prazo para os fornecedores estrangeiros, mas nossa visão de longo prazo é positiva para o setor.”

Outros Artigos

Olá, fique mais um pouco. Sou seu Wine Hunter.

Se não encontrou o que realmente procurava, deixe que eu faça isso por você.

Quero te propor a melhor experiência em nosso Marketplace de vinhos!