4G, conheça o "Grange" da África do Sul!

Data

4G, a pretensão de ser o grande vinho da África do Sul
Ninguém duvida da capacidade da África do Sul de produzir grandes vinhos, mas qual é o “grande” vinho do país reconhecido internacionalmente? Essa é uma pergunta que um projeto iniciado em 2009 pelos renomados enólogos Denis Dubourdieu e Giorgio Dalla Cia tentam responder com o 4G, um vinho com pretensões de ser um “1er Cru” ou o “Grange” da África do Sul.
Instalados em Stellenbosch, esse time de enólogos selecionou as melhores parcelas existentes (cerca de 15) na área de Western Cape para a produção do vinho, cuja produtividade é limitada a apenas 1,2 kg por planta, contra os 5 ou 6 kg habituais, e utilizado apenas as uvas em perfeito estado de maturação.
O blend do vinho é majoritariamente feito com Syrah e Cabernet Sauvignon (representando 80% do total) e complementados por pequenas parcelas de Merlot, Cabernet Franc e Petit Verdot, que amadurecem em barricas novas de carvalho francês por 18 meses.
Com tamanho esmero na seleção, as quantidades de vinho produzidas são muito pequenas. Em 2010, a primeira safra comercial, foram apenas 3.410 garrafas e em 2011, pouco mais da metade disso, com apenas 1.943 garrafas. A busca pela máxima qualidade é tamanha, que as rolhas usadas no vinho são as melhores do mundo, usadas atualmente apenas pelos Châteaux Yquem e Ausone.
Com tudo isso, o 4G deixa claro seu propósito de ser um vinho ícone de classe mundial, vendido por salgados 250 libras na Inglaterra e focado em ser distribuído apenas para grandes restaurantes do Reino Unido, EUA, Hong Kong e Japão, bem como para alguns seletos colecionadores.

Outros Artigos

Olá, fique mais um pouco. Sou seu Wine Hunter.

Se não encontrou o que realmente procurava, deixe que eu faça isso por você.

Quero te propor a melhor experiência em nosso Marketplace de vinhos!