Conheça as 5 marcas de vinhos argentinos mais vendidas para o Brasil!

Data

A Argentina exportou entre abril de 2012 e março de 2013, US$53,39 milhões de vinhos, uma queda de  20% em relação ao mesmo período anterior (abril 2011- março 2012). Em volume, a performance ruim se manteve, com redução de 2,01 milhões para 1,56 milhão de caixas. Já no quesito valor médio por garrafa, a realidade foi outra, exibindo um crescimento de 3% sobre o período anterior.
Dentro deste curioso panorama, provável fruto da elevada inflação interna na Argentina, 5 marcas de vinho argentino se destacaram, representando quase  16% de toda a exportação dirigida ao Brasil. Segundo o ranking, calculado pelo valor total de vendas, a marca mais vendida no país foi a Benjamin Nieto Senetiner, seguida pela Catena, Angelica Zapata, Santa Ana Selección e outra marca da Nieto Senetiner, a Reserva.
Além de ser a marca mais vendida no Brasil, a linha Benjamin, da Nieto Senetiner, foi também a de melhor performance, crescendo 34% em valor de vendas e 27% em volume. Um vinho que custa, em média, R$34,90 no varejo brasileiro.
As marcas da Catena Zapata que se posicionaram em segundo e terceiro lugar, tiveram desempenho bastante diverso, com crescimento de 5% em valor e volume (Catena) e queda de 11% (Angelica Zapata).  No mercado, são marcas que variam de 70 reais (Catena) até 145 reais (Angelica Zapata).
Em 4º lugar, a marca Santa Ana Selección, do grupo Peñaflor, mostrou forte queda (46%) tanto em valor quanto em volume, apesar de ser, de longe, o mais barato de todos (R$9,50 em média). Finalmente, na quinta colocação, a marca Nieto Senetiner Reserva, preço médio de R$46,00, obteve um leve crescimento de  6% em valor e de 4% em volume.
Fonte: Area del Vino

Outros Artigos

Olá, fique mais um pouco. Sou seu Wine Hunter.

Se não encontrou o que realmente procurava, deixe que eu faça isso por você.

Quero te propor a melhor experiência em nosso Marketplace de vinhos!