Depois do Chadwick e do Seña, foi a vez do Errazuriz Don Maximiano vencer competição com grandes vinhos!

Data

Mais uma vez, os vinhos chilenos de Eduardo Chadwick mostraram todo seu potencial qualitativo e de envelhecimento numa degustação às cegas de alto nível organizada pela Viña Errázuriz, na Coréia do Sul no início deste mês.
Idealizada como uma sequência da famosa “Cata de Berlim” de 2004, onde dois vinhos da Errázuriz sobrepujaram famosos Premiers Crus Classés de Bordeaux e Super Toscanos italianos, esta degustação realizada em Seul reuniu safras dos últimos vinte anos dos mesmos Premiers Crus e dos melhores rótulos do produtor chileno (Chadwick, Seña e Errazuriz Don Maximiano).
A avaliação chamada de “The World’s Icons Judgement” contou com a participação de mais de 60 críticos, sommeliers e membros do trade do vinho coreano, cujo resultado, mais uma vez, foi favorável aos vinhos  de Chadwick. Em primeiro lugar ficou o Errazuriz Don Maximiano Founder’s Reserve 2009, seguido do Seña 1997 (um belo exemplo da longevidade do vinho chileno) e do Château Margaux 2003, em terceiro.
O restante da lista Top 10 foi dominada por vinhos da Errázuriz, com exceção do Château Latour 2006 e do Château Lafite 1995, empatados em nono lugar. Considerando a questão da evolução dos vinhos na garrafa, o Seña 1997 e o Château Lafite 1995 foram os únicos vinhos com mais de 10 anos de idade a obter  destaque neste painel de degustação.
Fonte: The Drinks Business

Outros Artigos

Olá, fique mais um pouco. Sou seu Wine Hunter.

Se não encontrou o que realmente procurava, deixe que eu faça isso por você.

Quero te propor a melhor experiência em nosso Marketplace de vinhos!