Tintos ibéricos evoluídos, um exuberante legado de portugueses e espanhóis!

Data

Quase 30 anos de história vinícola contada em 4 garrafas ibéricas…
A Península Ibérica (Portugal e Espanha) é uma das melhores e mais ricas fontes para os enófilos que desejam degustar um vinho tinto evoluído de alta qualidade, particularmente nas regiões do Dão e Bairrada (Portugal) e da Rioja (Espanha), sem ter que pagar aos altos preços de um tinto de Bordeaux maduro.
A seleção de vinhos da foto acima, que contempla dois tintos de Portugal (um da Bairrada e outro do Dão) e dois da Espanha (Rioja), demonstra isso com clareza. São vinhos com idades entre 14 e 43 anos e custo  (no Brasil) entre R$300 e R$450, repletos da complexidade, refinamento e exuberância que somente vinhos afinados longamente nas barricas e garrafas podem oferecer.
Veja a seguir minhas impressões de degustação destes magníficos vinhos ibéricos…
CVNE Imperial Gran Reserva 1999 (Rioja)

A linha Imperial da gigantesca Compañía Vinicola del Norte de España (CVNE) é voltada para a produção de riojas de estilo clássico e tradicional. Este Gran Reserva, elaborado com o corte típico da região (85% Tempranillo, 10% Graciano 10% e 5% Mazuelo), maturou por mais de 24 meses em barricas de carvalho francês e americano, afinando por mais 2 anos na garrafa. 
O resultado disso é um vinho refinado, com aromas discretos de frutas vermelhas, onde predominam notas inebriantes de cedro, especiarias e um leve toque balsâmico. Na boca, taninos finos bem polidos, corpo médio e fina acidez se equilibram deliciosamente, levando a um fim de boca persistente e cheio de tipicidade. Um Rioja GR que nunca me decepcionou. Vinci (US$146,90) – Avaliação: 92C.
Viña Tondoñia Gran Reserva 1994 (Rioja)

Este é para mim um dos maiores e mais exuberantes vinhos da Rioja, cheio de tipicidade, complexidade e caráter. Alguns meses atrás fiz uma descrição de sua características (ver link) e ele sempre oferece uma faceta nova, parecendo ser capaz de melhorar indefinidamente… Vinhaço! Vinci (US$239,50) – Avaliação: 97C
Caves São João Porta dos Cavaleiros Reserva Selecionada 1985 (Dão)

Os vinhos do Dão costumam ser vistos com certo desprezo pelos enófilos menos familiarizados com a região, afinal eles só conhecem aqueles vinhos baratos e cheios de rusticidade e taninos duros. Porém, se eles puderem provar um tinto maduro do Dão como este Porta dos Cavaleiros 1985 (feitos com Touriga Nacional, Jaen, Alfrocheiro e Tinta Roriz), seus conceitos certamente serão revistos…
Repleto de aromas complexos, caixa de charutos, terra úmida, alcatrão e cogumelos secos, ele chega à boca oferecendo taninos lentamente polidos, rica acidez e equilíbrio indiscutível. Ainda assim, ele certamente não tem um estilo que agrada aos enófilos seduzidos unicamente pelos tintos “fáceis” do Novo Mundo,  mas vai encantar qualquer enófilo que busque um vinho cheio de personalidade e finesse. Esplêndido e inimitável. Vinci (US$219,90) – Avaliação: 95C
Caves São João Reserva Particular 1970 (Bairrada)

A Bairrada compartilha do mesmo estigma de seu vizinho Dão, conhecido pelos “difíceis” vinhos feitos com a casta Baga, pouco compreendidos pela grande maior dos enófilos. Esse Reserva Particular 1970, da Caves São João, vem demonstrar o verdadeiro tesouro que podemos encontrar nos vinhos evoluídos e bem adegados da região. 
Feito com um corte de Baga (50%) e Touriga Nacional (50%), este “senhor” vinho chega aos 43 anos de vida em plena forma, dominado por ricos aromas terciários que somente a longa guarda pode oferecer: notas de couro, café torrado, chão de bosque e sutil traço de madeira velha. Na boca, oferece um misto de sutileza e intensidade, com taninos finíssimos e acidez ainda bastante persistente. Final de boca longo e quase etéreo. Não há dúvidas que foi um raro privilégio beber esse vinho absolutamente único! Vinci (US$199,50) – Avaliação: 96B.   

Outros Artigos

Olá, fique mais um pouco. Sou seu Wine Hunter.

Se não encontrou o que realmente procurava, deixe que eu faça isso por você.

Quero te propor a melhor experiência em nosso Marketplace de vinhos!