Essência do Vinho Rio de Janeiro começa hoje!

Data

O Essência do Vinho Rio de Janeiro contará com mais de 150 vinícolas, com cerca de 1.500 rótulos de vinhos da Europa (incluindo países como França, Espanha e Itália) e do Novo Mundo (Brasil, Chile, Argentina, Uruguai, África do Sul, Austrália e Nova Zelândia).
O evento começa nesta quinta-feira, dia 2, às 15 horas, no Centro de Convenções Sul América (Cidade Nova – Centro). Até às 17 horas é exclusivo para profissionais do setor e, das 17 às 22 horas, estará aberta para o público. No dia seguinte, 3 de maio, os mesmos horários se repetem.
Cada visitante terá a oportunidade de provar os rótulos que desejar, junto dos estandes dos expositores. Algumas vinícolas estarão diretamente representadas por seus proprietários e enólogos e outras integram o portfólio das mais conhecidas importadoras que operam no mercado do Rio de Janeiro.
A exemplo do que acontece nas edições portuguesas, o “ESSÊNCIA” promove ainda um conjunto de degustações exclusivas, que incluem vinhos premium, raros e icônicos. Trata-se de um programa com 10 provas temáticas, com participação limitada ao número de lugares disponíveis e a inscrição prévia online, através do site do evento: www.essenciadovinhorio.com
Hoje, o wine expert Nicola Massa e o jornalista e crítico de vinhos brasileiro Alexandre Lalas guiam uma prova vertical do rótulo Tasca d’Almerita CS, da Tenuta Regaleali (safras de 2002, 2003, 2005, 2006 e 2007). Em seguida, o jornalista e crítico de  vinhos português Rui Falcão conduz uma prova jamais realizada no Brasil: “Vinhos Portugueses de Sonho”: JMF 1955 e JMF Trilogia (Moscatel de Setúbal da José Maria da Fonseca), Andresen 1910 e Wiese e Krohn 1863 e os d´Oliveiras Verdelho 1850 e Barbeito Malvasia 1834 (Vinhos da Madeira).
Ainda na programação do primeiro dia, destaque para as provas de diferentes vinhos da José Maria da Fonseca, com o produtor António Soares Franco, e do crítico Alexandre Lalas, que propõe uma viagem por vinhos chilenos de terroir: Bravado Wines Marina Sauvigon Blanc 2012, Von Siebenthal Montelig 2007, Von Siebenthal Toknar 2007, Uña Hectarea Amir 2008, Flaherty 2008, Von Siebenthal Tatay de Cristóbal 2009 e Bravado Wines Vigno 2009. O dia se  encerra com a harmonização entre Vinho do Porto e chocolate, casamento abençoado pelo Instituto dos Vinhos do Douro e Porto (IVDP), com a participação de Paulo Russel Pinto.
Amanhã, 3 de maio, o programa de provas temáticas se inicia com o crítico Rui Falcão e os Alvarinhos da Quinta de Melgaço (safras 2003, 2004, 2006, 2007, 2008, 2010, 2011 e 2012). Um dos mais conceituados produtores da região do Douro, Domingos Alves de Sousa, vem logo depois, com outra prova vertical que inclui vários de seus mais famosos vinhos.
A degustação mais esperada do dia, acontece às 20 horas e vai contar a História do Brasil através do Vinho do Porto. Alexandre Lalas e Rui Falcão se unem nesse momento final: 
1889 (implantação da República brasileira) – Vinho do Porto Quinta dos Cortiços Reserva de Família
1930 (ano em que Getúlio Vargas foi empossado como Presidente) – Vinho não divulgado 
1955 (eleição do  Presidente Juscelino Kubistchek) – Vinho do Porto Quinta do Noval Vintage
1958 (primeira Copa do Mundo ganha pelo Brasil) – Vinho do Porto Burmester Colheita
1960 (ano em que a capital se muda do Rio para Brasília) – Vinho do Porto Graham’s Vintage
1985 (o fim da ditadura militar e o regresso à democracia) – Vinho do Porto Fonseca Vintage.
Mais informações: www.essenciadovinhorio.com

Outros Artigos

Olá, fique mais um pouco. Sou seu Wine Hunter.

Se não encontrou o que realmente procurava, deixe que eu faça isso por você.

Quero te propor a melhor experiência em nosso Marketplace de vinhos!