Em pleno deserto: Região australiana de Margaret River produz seu 1º Icewine!

Data

Uvas congeladas de Chardonnay
Enquanto os vinicultores da parte ocidental da Austrália sofriam com o aumento das temperaturas médias, um produtor da região trabalhava com temperaturas congelantes para produzir seu primeiro Icewine. Tradicionalmente, ele é elaborado em regiões frias da Europa Central e do Canadá, com uvas que foram naturalmente congeladas nas vinhas expostas às temperaturas abaixo de zero. Enquanto isso, na vinícola de Margaret River, comandada por Clive Otto, a produção de Icewine foi realizada através de um congelamento artificial das uvas, já que o clima desértico australiano obviamente impede o seu congelamento. 
As uvas da casta Chardonnay foram colhidas normalmente, sem a necessidade de temperaturas negativas na hora da colheita, durante a noite, sendo armazenadas num freezer comercial com temperatura de -16ºC. No dia seguinte, as frutas, que já estavam com níveis de açúcar em torno de 13º Baume, foram então prensadas em alta pressão. 
“Ficamos muito excitados quando vimos os níveis de açúcar entre 17 e 21,5º Baume”, exclamou Otto, o primeiro produtor do oeste da Austrália a fabricar um Icewine. “Eu ouvi histórias de um produtor da Tasmânia que estava produzindo um Icewine de Riesling utilizando métodos parecidos, então decidi testar com as nossas Chardonnay. Já somos conhecidos internacionalmente e acho que isso vai nos tornar ainda mais atraentes”, finalizou. 
Fonte: Decanter.com

Outros Artigos

Olá, fique mais um pouco. Sou seu Wine Hunter.

Se não encontrou o que realmente procurava, deixe que eu faça isso por você.

Quero te propor a melhor experiência em nosso Marketplace de vinhos!